Blog

Vinho para festa de casamento: como escolher


Vinho para festa de casamento: como escolher

Toda comemoração que se preze pede uma boa bebida para marcar o momento com um brinde. Quando o assunto é o matrimônio, não é diferente. Escolher o vinho para festa de casamento exige muita atenção para garantir o sucesso do evento e agradar os convidados.


Em meio à tanta ansiedade e expectativa dos noivos, é preciso separar um tempo para estudar a melhor opção para a ocasião.


Neste post, vamos listar pontos que você deve considerar antes de comprar as garrafas.


Acompanhe até o final para entender como fazer a melhor escolha!



Por onde começar?

Organizar uma festa de casamento pode ser cansativo para quem não conta com o apoio de um cerimonial. Se este é o seu caso, não se desespere!


Seguindo algumas dicas simples, é possível escolher um bom rótulo de vinho com excelente custo-benefício para surpreender seus convidados. 


Saiba o que deve ser observado:


Cardápio do bufê


Antes de mais nada, é preciso entender o que será servido pelo bufê. Cada cardápio pede um vinho diferente para que a harmonização seja perfeita.


O primeiro passo é identificar o que acompanhará a bebida. Observe os seguintes pontos:


·         o vinho será servido desde a entrada? 

·         haverá almoço ou jantar? 

·         se houver prato principal, ele é de que tipo: massa, carne vermelha ou frutos do mar?

·         os doces e o bolo também serão acompanhados por vinho?



Responder esses questionamentos é fundamental para selecionar as garrafas que mais combinam com o menu.


Carnes vermelhas pedem vinhos tintos de corpo médio ou bem estruturados. Já massas leves e frescas e frutos do mar podem ser harmonizados com vinhos rosés ou brancos frutados:


Sugestões:

Tinto: Casarena Red Blend – Argentina

Branco: Casa Del Lago Sauvignon Blanc – Chile

Rose: Casarena 505 Rose – Argentina



Quando o assunto é o bolo, não podem faltar espumantes e champagnes para o tradicional brinde dos noivos.


Além de ser uma tradição nas festas, esse momento ainda oficializa a distribuição dos doces.


Sugestão:


Espumante Vino! Moscatel – Serra Gaúcha, De Perriere Brut Rose – Borgonha.



Estilo da festa


O estilo da decoração também deve influenciar a sua escolha. Em um casamento praiano, por exemplo, o clima náutico pode combinar bem com vinhos brancos, rosés e espumantes leves.

Já em uma festa com tom mais tradicional e formal, rótulos de tintos reserva podem ser boas pedidas para agradar até os mais seletos paladares.


Sugestão:

Elias Mora Toro – Espanha, LAN Reserva Rioja.



Tipo de serviço

Os casais que resolvem servir vinho durante a festa de casamento devem estar cientes de que é preciso contratar garçons adicionais para que a bebida circule adequadamente.


Há uma regra de ouro: a garrafa deve ir até à pessoa e não o contrário.



Duração prevista


Ter em mente qual é o tempo de duração da festa é outro fator importante na hora da escolha.


Quanto maior o período, maior o número de garrafas que precisam ser adquiridas. Logo, esse fator está diretamente ligado ao acréscimo do orçamento.


Se você deseja economizar, sem perder o bom gosto, pode promover uma recepção breve com bolo e espumantes.  Nestes caso, lembre-se que a bebida deve ser servida na temperatura ideal e harmonizar com o recheio do bolo.


Já se a sua vontade é celebrar até o dia amanhecer, extrapolando as tradicionais 6 horas de festa, a carta de vinhos deve ser pensada visando o aumento gradual de complexidade a cada novo prato. 



Horário da festa

O clima da região e o horário da festa são outros fatores relevantes. Quando se trata de bebidas alcoólicas, todo cuidado é pouco para evitar desconforto nos convidados.


Casamentos diurnos, realizados durante a primavera e o verão, pedem rótulos mais leves e suaves devido às altas temperaturas. 


Sugestão:

Laberinto Sauvignon Blanc – Eleito melhor branco do Chile com 97 pontos Descorchados.


Já festas à noite, promovidas no outono ou no inverno, pedem vinhos tintos complexos e bem estruturados, como os merlot, por exemplo. Assim, além de servir bem seus convidados, você ainda os ajuda a evitar o frio da madrugada.


Sugestão:

Mataojo Merlot – Uruguai – Girolamo – Bacci Wines  – Italia..



Perfil dos convidados

Uma coisa é certa: dificilmente você conseguirá agradar todos os seus convidados com os vinhos escolhidos. Porém, é possível chegar bem perto disso se você for capaz de identificar um padrão entre as pessoas.


Tenha em mente que nem todos os convidados estarão habituados a tomar vinho. Portanto, é preciso optar por uvas e tipos de vinho mais democráticos. Os espumantes costumam ser unanimidade, dos consumidores iniciantes aos mais experientes.


Além deles, há ainda os vinhos brancos e rosés suaves que são mais fáceis de apreciar de maneira em geral. 



Como calcular a quantidade de vinho para festa de casamento


Agora que você já conseguiu escolher quais são os vinhos que serão servidos na sua festa de casamento, o próximo passo é calcular a quantidade de garrafas a serem compradas.


A lista de convidados deve nortear todas as suas decisões ao longo dos preparativos. Calcule o número de adultos na comemoração e defina quanto você pode gastar com as bebidas.


A partir disso, será mais fácil determinar qual é o valor máximo que você está disposto a pagar por garrafa.


De forma geral, o consumo de vinhos costuma ser menor em eventos diurnos. Além disso, é preciso observar o perfil dos convidados – jovens casais com idade de 25 a 40 anos costumam beber mais.


Se  o vinho for servido apenas no momento do brinde dos noivos, a quantidade ideal é de uma garrafa para seis pessoas. Já se ele for acompanhar as refeições, estima-se que uma garrafa é capaz de atender cerca de 10 convidados. 


Uma dica importante para evitar o desperdício é controlar a temperatura da bebida ao longo da festa. No caso de espumantes, por exemplo, se isso não for feito corre-se o risco de o convidado trocar as taças muitas vezes ao longo do evento devido ao aquecimento da bebida.



Custo-benefício

Realizar o sonho de casar exige muita disciplina e planejamento financeiro dos noivos. Por isso, não podemos esquecer de abordar o custo-benefício dos vinhos para festas de casamento.


É importante ressaltar que nem todo vinho caro é bom. Assim como há diversas garrafas com excelentes custo-benefício que podem lhe surpreender.


Um vinho com bom custo-benefício é aquele que tem grande qualidade dentro da faixa de preço que se encontra. Ou seja, está dentro do seu orçamento e possui grande potencial para surpreender seus convidados.


Um brinde aos noivos!


Os preparativos do matrimônio são um momento de muita emoção e felicidade. Essa é uma lembrança que vai ficar para sempre na sua memória, por isso, merece uma atenção especial.


Separe algumas horas para analisar qual é o perfil do seu evento e, a partir disso, definir qual é o melhor vinho para o casamento. 

Se mesmo assim ainda restarem dúvidas, busque orientação profissional de um sommelier. Há diversas importadoras e wine bars que oferecem gratuitamente o serviço deste profissional.


Quer aprender mais sobre o universo dos vinhos? Acesse o nosso site e visite uma de nossas casas. 


Leave a Comment